Parada do Orgulho da Diversidade deve reunir 500 mil pessoas em SL

Parada do Orgulho da Diversidade deve reunir 500 mil pessoas em SL: "


“Travestis e Transexuais merecem respeito”. Esse é o tema da 7ª edição da Parada do Orgulho da Diversidade Sexual de São Luís, que será realizada no dia 27 de junho, na Avenida Litorânea (descida da praia do Calhau em direção à Praça do Pescador).


A partir das 14h, lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e sociedade em geral participarão da maior mobilização aberta em prol dos direitos LGBT, que contará com a presença da cantora, compositora e produtora musical ítalo-brasileira, Georgia Brown, considerada uma das novas divas da House Music mundial, além dos Djs Alisson e Verônica, trios e bandas locais.


Para o representante do Grupo Gayvota, Betinho Lima, o evento vai além de um dia de festa. “A Parada do Orgulho da Diversidade Sexual é o nosso maior instrumento de conquistas e reivindicações. É uma forma que encontramos para ganhar visibilidade, levar as pessoas a nos ouvirem”, ressaltou.


Um dos focos da Parada é o apoio e acompanhamento do Projeto de Lei da Câmara (PLC) 122/2006, que propõe a criminalização da homofobia, ficando o autor do crime sujeito a pena, reclusão e multa.


“Não queremos mais ou menos que ninguém, só queremos ser respeitados, afinal, também contribuímos para o desenvolvimento do nosso país”, disse o fundador e coordenador do Gayvota, Carlos Garcia. “Vamos fazer uma Parada com segurança e com a presença das famílias maranhenses, porque também é essa nossa preocupação”, completou Garcia.


Segundo dados da Polícia Militar do Maranhão, a Parada do Orgulho da Diversidade Sexual de São Luís é a maior do Nordeste e a terceira do Brasil. A expectativa para este ano é reunir cerca de 500 mil pessoas.


O evento tem a parceria do Governo do Estado, Polícia Militar, Secretaria de Direitos Humanos, órgãos estaduais, municipais e entidades sociais.


Fonte: Secom MA

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos