Outro lavrador é preso suspeito de abusar da filha no Maranhão

Outro lavrador é preso suspeito de abusar da filha no Maranhão: "

Mais um lavrador foi preso em flagrante, suspeito de abusar sexualmente da filha, em Pinheiro (340 km de São Luís), no interior do Maranhão. Raimundo Pimentel Correia, 69, foi detido ontem, acusado de violentar sua filha de 12 anos. Os quatro irmãos da menina também são suspeitos de violentá-la.


De acordo com a Polícia Civil, Correia negou todas as acusações. A menina, que deve ser submetida a exames para comprovar as agressões nesta sexta-feira, foi ouvida na noite de ontem.


O lavrador vivia em um povoado isolado do município de Pinheiro. O caso foi descoberto devido a uma denúncia anônima. O lavrador ainda não tem advogado para defendê-lo.


A delegada regional de Pinheiro, Laura Barbosa, considera que a repercussão da prisão de José Agostinho Bispo Pereira, 54, acusado de abusar sexualmente da filha por mais de 16 anos, encorajou a população a denunciar casos de pedofilia.


“A prisão dele [Pereira] deixou as pessoas mais confiantes no trabalho da polícia”, afirmou.


Segundo ela, a mãe da menina abusada morreu há cerca de um ano e, atualmente, a menor não tem com quem ficar. “Estamos procurando um outro parente. Se não conseguirmos, ela será encaminhada ao Conselho Tutelar.”


Filhos-netos


Também no município, o lavrador José Agostinho foi preso, no dia 8 deste mês, acusado de abusar sexualmente da filha por mais de 16 anos. De acordo com a polícia, Pereira teve sete filhos-netos com ela, além de uma outra criança com sua filha mais velha.


Resgatados de uma cabana de taipa sem água e luz, em um povoado afastado, a mulher e as crianças estão agora em uma casa alugada pela Prefeitura de Pinheiro. Eles serão incluídos em programas de assistência dos governos federal e estadual.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini