Hemomar incentiva doação de sangue durante São João

Hemomar incentiva doação de sangue durante São João: "

Nestor Bezerra


Visando o aumento de sangue no período do São João, o Hemocentro do Maranhão (Hemomar) iniciou, nesta terça-feira (1º), a campanha de incentivo à doação de sangue durante os festejos juninos. A arrecadação, também, visa o aumento do banco de sangue para a Copa do Mundo que será realizada no mesmo período do São João. “São dois grandes eventos que acontecerão ao mesmo tempo e com isso a demanda por bolsas de sangue cresce ainda mais”, explicou a coordenadora da campanha, Maria do Socorro Ferreira.


Com o slogan “Neste São João vamos torcer pela Vida e pela Seleção”, a Hemomar uniu os dois eventos para convocar os doadores. A campanha acontecerá até 28 de junho e, além da sede da Hemomar no Bairro da Jordoa, o doador terá a possibilidade de ajudar nos postos de coletas externas no Hospital da Criança (8/06), na Praça Deodoro (22/06), na Universidade Federal do Maranhão (23/06), no Tribunal de Contas do Estado (24/06) e na Igreja Adventista do Anjo da Guarda (26/06).


Os municípios da Raposa (06/06), Santa Luzia do Tide (10 e 11/06) e Governador Nunes Freire (17 e 18/06) também receberão equipes da Hemomar para coleta de sangue. O estudante Luciano Fernandes, de 21 anos, está doando sangue pela segunda vez. “Participei da campanha durante o carnaval e estou doando sangue de novo na campanha de São João. Sei que estou salvando vidas fazendo isto”, concluiu.


A dona de casa Francisca Soares, de 32 anos, doa sangue sempre que pode. “Estou ajudando várias pessoas. Um dia eu poderei precisar também”, explicou. Para doar sangue a pessoa deve estar bem de saúde, ter idade entre 18 e 65 anos, pesar mais de 50 kg e portar um documento de identificação com foto. A Hemomar funciona de segunda a sexta das 7h30 às 18h e aos sábados das 8h às 12h.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos