A FAVOR DE CLAY LAGO, ZÉ REINALDO DIZ QUE JACKSON CANDIDATO FAVORECE SARNEY

A FAVOR DE CLAY LAGO, ZÉ REINALDO DIZ QUE JACKSON CANDIDATO FAVORECE SARNEY: "

O ex-governador José Reinaldo (PSB) admitiu, ontem, ao blog do jornalista Elias Lacerda, do Portal AZ ( Teresina Piauí) que a médica Clay Lago, esposa do ex-governador Jackson Lago(PDT), seja candidata a governadora, no lugar do marido, e que , junto com o deputado Flávio Dino, dispute o governo do Maranhão com Roseana Sarney. José Reinaldo disse que Jackson Lago disputando o governo e sendo cassado pela Justiça “é tudo o que Sarney deseja”.

Assessores e o próprio Jackson Lago preferem não falar em substituição de sua candidatura e defendem que o ex-governador insista na candidatura até o fim. Pág. 2

A matéria informando que pedetistas, assessores e amigos do ex-governador Jackson Lago estariam tentando convencê-lo a lançar sua esposa Clay Lago, ou o filho Igor Lago, como candidata ao governo do Maranhão, foi publicada , em primeira mão, pelo jornal ATOS E FATOS,na Coluna UDES CRUZ, no último domingo, e repercutida em vários veículos de comunicação do Estado. Os pedetistas entendem que um familiar de Jackson Lago captaria mais facilmente os votos que seriam dados ao ex-governador.

Se por um lado há quem defenda um familiar de Jackson lago, como candidato ao Governo do Maranhão, por outro existem os pedetistas que , como o próprio Jackson, querem que o ex-governador continue candidato até o último momento.


Leia, abaixo, a entrevista que o ex-governador José Reinaldo concedeu ontem , às 16 horas, ao jornalista Elias Lacerda, que a veiculou em seu blog, no Portal AZ:


Em conversa agora há pouco com o titular do blog do Elias Lacerda, o ex-governador José Reinaldo Tavares(foto) alertou que Jackson Lago saindo candidato é tudo que o presidente do senado, José Sarney, deseja. Segundo ele, com Jackson mantendo a candidatura, Roseana poderá evitar que as eleições tenham um segundo turno.


“Jackson não pode cair nesta armadilha. Se ele for candidato, o ministério público eleitoral pede a cassação dele.Sabemos que o Tribunal Regional Eleitoral vai autorizar o registro da candidatura dele. Mas logo após o primeiro turno, ele será cassado pela justiça eleitoral.


Com os votos dele nulos, não haverá segundo turno e Roseana será eleita”, explicou com exclusividade ao blog do Elias Lacerda.

Demonstrando preocupação, José Reinaldo afirmou que pode acontecer com a candidatura de Jackson Lago o mesmo que ocorreu com a de Ricardo Murad em 2002.


Candidato a governador pelo PSB , Ricardo obteve cerca de 150 mil votos, mas teve sua candidatura impugnada pelo fato de ser cunhado da governadora também na época, Roseana Sarney , fato que beneficiou o próprio José Reinaldo eleito no primeiro turno , já que a soma dos votos dos demais candidatos (Jackson Lago/PDT, Monteiro/PT e Marcos Silva/PSTU) foi menor do que o total dos votos dados ao então pefelista, que romperia com o esquema $arney dois anos mais tarde.


“Este é o plano de Sarney”, alertou José Reinaldo.


Clay Lago candidata


O ex-governador também contou que seu único objetivo é evitar um prejuízo maior para as oposições no Maranhão. Ele afirmou não ser contra Jackson Lago lançar a esposa, a médica Clay Lago(na foto ao lado com Jackson). “Que o faça. Ele não pode é ser candidato com o risco de o Sarney liquidar com a eleição no primeiro turno na justiça. Ela sai candidata pelo PDT e Flávio Dino pelo PC do B. Não tem problema”, completou.


Veto a candidatura de Luciano Leitoa


Sobre informações divulgadas na imprensa de São Luis dando conta de que ele e o sobrinho, deputado Marcelo Tavares, estariam retaliando a insistência de Jackson Lago em querer ser candidato com um possível veto da candidatura de Luciano Leitoa(foto), José Reinaldo Tavares negou. Ele disse que tudo não passa de factóide.


“Luciano Leitoa é meu amigo e jamais faria isso. A candidatura dele é importante para a região de Timon e para o Maranhão”.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini