Convenção PMDB/PT homologará chapa de Roseana para o governo

Convenção PMDB/PT homologará chapa de Roseana para o governo: "Marco Aurélio D'Eça.
Jornal O Estado do Maranhão


PTB, PV, PP, PR, PSC, PRTB, PRP, PRB, PSDC, PSL, PHS, PTN, PMN e PTdoB participam hoje da convenção PMDB/PT que vai homologar a chapa Roseana Sarney (PMDB)/Washington Oliveira (PT) para a disputa pelo Governo do Estado.

Algumas legendas realizarão também convenções para formação de chapas proporcionais (para vagas da Assembléia e da Câmara Federal). O encontro ocorre na sede social do antigo Ipem, no Calhau.

De acordo com o que explicou o secretário de Articulação Política, Hildo Rocha, no encontro serão confirmados também os nomes do senador Edison Lobão e do vice-governador João Alberto de Souza (ambos do PMDB) para o Senado. “A convenção será do PMDB e do PT, para definir candidatos a governador, senador e vice-governador”, explicou. “Mas algumas legendas vão definir logo as coligações proporcionais”, acrescentou.

A presença do PTdoB na aliança foi definida nos últimos dias. O partido tinha a possibilidade de lançar o ex-vereador João Melo e Souza Bentivi como candidato a governador, mas optou pela coligação em torno de Roseana. A convenção do PTdoB será realizada dia 28. A aliança pode chegar a 17 partidos dia 30, quando o DEM realizará sua convenção e poderá declarar apoio à governadora.

Consenso
Para formar a coligação que vai às urnas, os partidos que formam a aliança roseanista chegaram a um consenso em relação à chapa majoritária e à montagem das chapas proporcionais.

O PTB, por exemplo, realizará sua convenção hoje, mas vai aguardar decisão final do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a possibilidade de lançar candidaturas avulsas para confirmar o nome do ex-prefeito de Santa Luzia do Paruá Ryod Ayoub,para o Senado. “Há uma consulta sobre este tema que deve ser decidida amanhã (hoje) e está empate em dois a dois. Vamos aguardar”, explicou o deputado federal Pedro Fernandes, presidente petebista no Maranhão. Também candidato a senador, Heber Waldo Silva Costa, o Pastor Bell (PP), deve aguardar a mesma definição.

Para a disputa por vagas da Câmara, os partidos sairão em um “chapão”. Já para as vagas da Assembléia, serão feitas várias subcoligações menores, levando em consideração o tamanho das legendas. “Vamos estar em uma coligação com PRP, PTdoB, PRTB, PTN e PSDC”, disse o presidente em exercício do PR, Jota Pinto. Para ele, as chances dos candidatos sem mandato se ampliam desta forma, em uma disputa em que todos estão em igualdade de condições.

O “chapão” para estadual deve reunir apenas os partidos já com representação na Assembléia. É o caso de PMDB, PTB, PP, PV e o DEM. Outra chapa terá PSL, PHS, PSC e PRB, que têm apenas um deputado estadual na Casa – e pode também ter o PMN. Na disputa estadual, o PT sairá sozinho.

Independentemente da convenção de hoje, as atas de todos os partidos ficarão em aberta até o dia 30, para eventuais mudanças. O prazo para entrega dos documentos à Justiça Eleitoral termina dia 5 de julho.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos