Cardiologista alerta: Combinação de fast food, álcool e tensão pode ser fatal para os fãs do futebol

Cardiologista alerta: Combinação de fast food, álcool e tensão pode ser fatal para os fãs do futebol: "


Futebol é um esporte que normalmente leva o brasileiro a se reunir ou no estádio, ou em frente à TV para ver a bola na rede. Em época de Copa do Mundo, então, praticamente não se fala em outro assunto. Torcedores se programam para acompanhar o evento, principalmente as partidas da seleção verde-amarela. E é aí que está o perigo, já que os “acompanhamentos” do jogo podem fazer muito mal à saúde.


“Seja em casa ou nos barzinhos, as pessoas costumam comer muito em frente à TV, principalmente quando estão reunidas e entusiasmadas pelo mesmo objetivo. Um adulto normal é capaz de ingerir um sanduíche duplo ou três fatias de pizza, além de batatas fritas, doces e muita cerveja. Essa combinação não só resultará em ganho de peso, como poderá comprometer inclusive a saúde do coração”, diz o cardiologista Otávio Gebara, diretor clínico do Hospital Santa Paula, de São Paulo.


Como os jogos serão transmitidos às 11h e às 15h30, Gebara recomenda que os torcedores se alimentem de modo saudável no café da manhã e no almoço, a fim de evitar o excesso de comidas calóricas, repletas de mau colesterol, sal, açúcar e gordura trans durante as partidas. De modo geral, todos devem reduzir o consumo de carne vermelha, pães, gorduras, açúcar e álcool. Caso contrário, pode haver o espessamento das artérias, o comprometimento do fígado e do pâncreas, alterações na pressão sanguínea e aumento no nível de colesterol.


Alegria sim. Stress não!



Na opinião de Otávio Gebara, a diversão faz muito bem ao coração. Entretanto, quando o entusiasmo se transforma em tensão, e esses episódios passam a ficar mais frequentes, o coração poderá dar sinais de que a saúde merece cuidados.



“Pesquisas indicam que o risco de infarto aumenta durante as finais de campeonato, por conta do stress agudo, da raiva e do aumento de pressão. Além disso, os estressados têm mais chance de desenvolver a síndrome metabólica, que é uma reunião de disfunções – como pressão alta, excesso de gordura abdominal, níveis anormais de colesterol e elevada taxa de açúcar no sangue – que aumentam o risco de diabetes, cardiopatias e infarto”, diz.


O cardiologista alerta: “Divirta-se muito durante a Copa do Mundo, mas não leve o jogo tão a sério, a ponto de perder a saúde ou a vida”.


Fonte: Dr. Otávio Gebara, médico cardiologista e diretor clínico do Hospital Santa Paula, de São Paulo (www.santapaula.com.br)



Leia mais...


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos