Candidatos ligados às igrejas disputarão votos entre fieis "e nem tanto assim" com ajuda da mídia

Candidatos ligados às igrejas disputarão votos entre fieis "e nem tanto assim" com ajuda da mídia:"
do BLOG du Bóis


As Igrejas vão disputar com maior avidez fatias do poder nas eleições deste ano. No Maranhão, denominações evangélicas colocaram o debate político na ordem do dia. Durante a 69ª Assembleia Geral Ordinária, realizada em Coroatá (MA), a Igreja Assembleia de Deus definiu, através da Comissão Política, os nomes dos candidatos que disputarão vagas nas Câmaras Estadual e Federal e no Senado.
Para federal os votos serão disputados entre os fieis pelos candidatos Costa Ferreira (PSC), ex-secretário de Desenvolvimento Social do governo Roseana Sarney (PMDB); e Telma Pinheiro (PSDB), ex-secretária de Cidades e Infraestrutura do governo Jackson Lago (PDT). Dois candidatos ungidos pela Assembleia de Deus vão pleitear vagas na Assembleia Legislativa do Estado: Eliziane Game (PPS), que tentará a reeleição, e Pedro Lindoso (PSC).
Para o Senado, concorrerá apenas o Pastor Heber Aldo Silva Costa, Pastor Bel, de Poção de Pedra, pelo Partido Progressista, PP. A deputada Gama acha que Bel ficaria mais acomodado em uma suplência de Senador. Advertida pelos irmãos em reunião extraordinária em Bacabal, Eliziane Gama teve que refazer sua rota de apoio, antes direcionada para o ex-secretário de Administração do governo Roseana, Luciano Moreira, candidato a deputado federal.
O pastor-presidente da Assembleia de Deus no Maranhão, Pedro Aldí Damasceno, confia no rebanho para ampliar a representatividade do segmento nas casas legislativas. Pragmático mudou a sistemática de escolha de candidatos na AD. Antes indicados pelo colegiado de pastores, a incumbência agora é da Comissão Política em prévias. Embora não contando com o apoio das lideranças eclesiásticas, outros mais se jogarão na disputa.
Universal
Com mais de 70 igrejas instaladas somente em São Luís, a Igreja Universal do Reino de Deus, IURD, do bispo Edir Macedo, pretende também chamar seu rebanho à razão política. O coordenador geral da igreja no Maranhão, André Morgado, não quer repetir erros do passado recente.
A igreja perdeu espaço no mundo político e acha estratégico ocupá-lo. O deputado estadual Reginaldo Nunes e o vereador de São Luís, Fernando José, foram os últimos com mandato outorgado pelo voto dos fieis da Universal no Maranhão.
Desta vez a IURD trabalha com um só nome: o do bispo Paulo Luis. Inflado pelas aparições diárias na programação da TV Cidade e pela mensagem transmitida pela rádio 105 FM, a eleição do bispo da Universal ainda está sendo gestada pelos pastores da Universal, mas é tida como certa.
Mídia
No dial das emissoras de rádio as vozes evangelizadoras se multiplicam geometricamente. Antes reservada apenas a 100,9 (Rádio Esperança FM), a programação ganhou força com o sucesso da 92,3 FM. Com apenas cinco quilos de potência, mas com uma robustez imensurável em termos de fidelidade e marketing, a emissora é mais um dos canais do rosário de concessões do deputado estadual Joaquim Haickel (PMDB) arrendada aos evangélicos. Com programação ancorada pela equipe do pastor Mário Porto e Renan Hernandez, a 92,3 FM virou febre. Os pastores e bispos querem transformar a alta fidelidade no dial em votos nas urnas.
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini