Bombeiros alertam para o risco de ataques de tubarões no Maranhão

Bombeiros alertam para o risco de ataques de tubarões no Maranhão: "


Banhistas e guarda-vidas das praias de São Luís têm observado a presença de tubarões. Neste fim de semana, cardumes de grandes peixes foram avistados nas proximidades da orla. A possibilidade de eles chegarem mais perto da área de banho assusta os freqüentadores. De acordo com dados do Grupamento de Bombeiros Marítimos do Maranhão (GBMAR), um possível ataque, sem morte, foi registrado em janeiro deste ano na praia do Araçagi. Bombeiros orientam evitar tomar banho em áreas de maior profundidade para evitar acidentes.


No último sábado, na praia do Araçagi, a presença de um cardume de grandes peixes fez com que os guarda-vidas proibissem a presença de banhistas numa área distante a mais de 100 metros da praia. De acordo com o soldado Sobreira, do GBMAR, nenhum animal foi capturado. Porém, suspeita-se de que o cardume avistado tratava-se de tubarões. “Não sabemos se foram botos ou tubarões, mas banhistas e pescadores afirmaram terem visto barbatanas”, explicou.


No domingo, na praia do Calhau, os salva-vidas proibiram que os freqüentadores se afastassem da orla. A banhista Regina Andrade afirmou ter visto um cardume. “Fiquei apreensiva e pedi ao meu pai, que estava tomando banho, que saísse da água”, contou.


De acordo com o major do GBMAR, Arnaldo Macedo, os tubarões estão presentes há muitos anos no litoral maranhense, mas não se aproximam dos seres humanos, uma vez que ficam em alto-mar. Ele destacou que não há motivos para pânico e que são raros os registros de ataques a banhistas na orla. O último incidente foi registrado no dia 2 de janeiro deste ano, quando a vítima, Raimundo Filho, de 30 anos, sofreu mordidas no tórax, abaixo do peito. Como o animal não foi capturado, não houve confirmação se teria sido um ataque de tubarão. Há apenas o relato da vítima. “Podemos afirmar apenas que foi um ataque de um peixe grande”, completou o major. O homem foi socorrido pelos salva-vidas e levado sem ferimentos graves a um hospital.


O major disse que é preciso ter cuidado para poder evitar acidentes. Entre as medidas, ele aconselha o banho perto de guarda-vidas. Outro problema são as pessoas alcoolizadas que não conhecem o local e querem nadar. Em caso de afogamento, ele recomenda às pessoas próximas que acionem um profissional e nunca entrem na água para tentar salvar a pessoa.


Arnaldo Macedo informou que o GBMAR iniciará esta semana um trabalho de conscientização de moradores e turistas sobre o ecossistema local. Segundo ele, o ataque de caravelas e os afogamentos correspondem à maioria dos acidentes registrados nas praias de São Luís.


Recomendações


1 – Evitar tomar banho de mar sozinho;


2 – Evitar tomar banho em águas profundas;


3 – Evitar tomar banho na chuva ou com água turva;


4 – Evitar tomar banho perto da foz de rio;


5 – Evitar tomar banho ao amanhecer ou ao cair da tarde;


6 – Evitar tomar banho com ferimentos que sangrem;


7 – Evitar mergulho com jóias ou objetos que brilhem;


8 – Evitar tomar banho na maré alta;


9 – Não ingerir bebidas alcoólicas antes de entrar no mar.

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos