Quadrilha presa no Piauí pode ter aplicado o golpe do dinheiro falsificado no Maranhão

Quadrilha presa no Piauí pode ter aplicado o golpe do dinheiro falsificado no Maranhão: "


Após três meses de investigação, policiais da Cico prenderam quatro acusados de dar o “golpe do vigário” em empresários do Piauí. O golpe rendeu até agora para a quadrilha R$ 1,5 milhão somente em Teresina. Foram presos: Guerino Walter Minervino, natural de São Paulo, 73 anos; Girlândio Pereira Chaves, mineiro, 72 anos; Zaqueu Castro de Sampaio, policial civil aposentado piauiense de Beneditinos, 58 anos; e José Pinto, natural da Paraíba, 58 anos.Com eles foram apreendidos ontem uma Saveiro prata, 70 notas de R$ 50, 92 notas de R$ 100, num total de R$ 13.500.


O golpe


A polícia ainda investiga se todo o dinheiro é verdadeiro ou se há alguma nota falsa. De acordo com o delegado Carlos César, Guerino Walter era o chefe da quadrilha. Ele fazia contato com os empresários se fazendo passar por ex-funcionário da Casa da Moeda do Brasil. Ele dizia que sabia “fabricar” dinheiro e que, se o empresário desse uma nota de R$ 100, ele fabricava três semelhantes. “Para se convencer os empresários levavam as notas, já supostamente fabricadas por ele, para aprensentar em banco e no comércio como verdadeiras”, explicou o delegado.


Para que as vítimas caíssem no golpe, ele mostrava um vídeo onde fazia a fabricação e também demonstrava pessoalmente quando o empresário entregava o dinheiro. “Ele trocava uma verdadeira em três falsas. Segundo o empresário José Duarte, ex-presidente do Sindicato dos Postos de Combustíveis de Teresina, ele teria entregue R$ 500 mil acondicionado em um isopor para receber R$ 1,5 milhão. Mas, enquanto o empresário se distraía, ele trocava o isopor por um igual contendo apenas as cédulas de cima verdadeiras. O restante eram notas grosseiramente falsificadas.

O empresário só descobriu um ou dois dias depois, quando ele já havia fugido”, disse o delegado.


Depois da prisão da quadrilha, a Cico já recebeu ligações de vítimas em Fortaleza (CE). Lá, o golpe pode ter chegado a R$ 5 milhões. Também há registros de vítimas em São Luís (MA). A polícia acredita que a quadrilha pode ter passado por várias capitais.


Fonte: Cidadeverde.com



Leia mais...


"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos