Flávio Dino é vaiado em Romaria do Trabalhador

Flávio Dino é vaiado em Romaria do Trabalhador: "

Um dia após comemorar seu aniversário de 42 anos, o deputado Flávio Dino (PCdoB) passou por um grande constrangimento neste sábado durante a 20ª Romaria do Trabalhador, que percorreu as ruas da área Itaqui-Bacanga e foi encerrada por volta das 17h.


Flávio Dino chorando eleiçãoO comunista chegou ao local na companhia do deputado imberbe Rubens Júnior (PCdoB) e do agora “retratista” Felipe Klamt. Começou a distribuir uma espécie de cartão. Militantes com uma bandeira do PCdoB acompanhavam o grupo.


Foi quando o padre Luzemar, pároco da Igreja da Vila Nova e um dos organizadores do evento, pegou o microfone e de cima de um carro de som reprovou a atitude do deputado. Foi o bastante para as quase cinco mil pessoas que acompanhavam a romaria vaiarem Flávio Dino. Ele deixou o local de fininho. Pouco tempo depois chegava à manifestação o petista Bira do Pindaré.


O padre teve de fazer outra intervenção quando um manifestante de oposição queria seguir a passeata com uma bandeira ofensiva à governadora Roseana Sarney (PMDB).


- Por favor, retire essa bandeira daqui que não somos contra Roseana e nem ninguém. Nosso movimento é apartidário – ponderou o religioso;


- Eu não vou retirar – devolveu o manifestante;


- Se você não retirar, eu mesmo retiro – continuou o padre, para cumprir a promessa em seguida, sendo ovacionado pelo público.


Bem feito! Poderiam ter ficado sem essa!

"

Comentários

Postar um comentário

Comentando os Fatos, uma nova forma de divulgar conteúdo com credibilidade.
Os nossos esforços se concentram no sentido de acrescentar ao nosso publico informações diferenciadas, aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado, noticias todos divulgam, o diferencial da informação está aqui em Comentando os fatos, credibilidade sempre em primeiro lugar.

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos