Confira as principais notícias do dia 10 de maio

Confira as principais notícias do dia 10 de maio: "

Política

1. Horário eleitoral custará R$ 850 milhões


Reportagem da Folha mostra que horário eleitoral gratuito custará aos cofres públicos pelo menos R$ 850 milhões. Entrevistados pelo jornal, dois dos mais importantes marqueteiros do país criticaram o volume de gastos. Para Duda Mendonça e Antonio Lavareda as inserções eleitorais são importantes na campanha, mas os dois programas diários de 25 minutos cada um encarecem as disputas, têm efeito limitado e poderiam ser substituídos por debates temáticos entre os candidatos. Segundo a reportagem, o valor é suficiente para custear um ano de estudo para 635 mil alunos.


2. Tuma Jr. reclama de supostos abusos da PF

Investigação da Polícia Federal que vinculou o nome do secretário Nacional da Justiça Tuma Jr. ao de um suposto integrante da máfia chinesa teria sido abusiva. Essa é o entendimento de Tuma, que afirmou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo (para assinantes) ter sido vítima de “pessoas” da PF. Disse também que o caso foi encerrado no ano passado e voltou à tona por causa de seus ataques ao crime organizado. “O objetivo não é me investigar, é desmoralizar.”


Sociedade

3. Respeito à faixa de pedestre pode virar regra nacional


Projeto de lei que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) do Senado pode transformar em regra nacional o ato de motoristas pararem para dar passagem aos pedestres. De acordo com reportagem do Estadão, o Código de Trânsito Brasileiro já determina que quem estiver atravessando a rua em faixas apropriadas “terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica”, mas o artigo é respeitado em poucos municípios. Para entrar em vigor, a obrigatoriedade tem de ser aprovada no Congresso e sancionado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.


4. Dengue mata número recorde de pessoas

Levantamento feito pela Folha aponta que São Paulo bateu em 2010 o recorde de mortes por dengue. Segundo a reportagem foram pelo menos 64 casos desde janeiro, o que representa quase o dobro do recorde anterior, que alcançou 35 mortes em 2007. A epidemia está mais grave no litoral. Apenas em Santos houve 19 mortes. No Guarujá foram 12 mortes, o que forçou a prefeitura a abrir uma unidade de saúde só para casos de dengue.


5. Feira oferece 152 mil imóveis

Realizado pela Caixa Econômica Federal entre 13 e 16 de maio no Centro de Exposição Imigrantes, em São Paulo, o Feirão da Casa Própria terá este ano 151.845 imóveis à venda, quantidade 39% superior ao ano passado. O banco já disponibilizou a lista com os imóveis novos. Cerca de 120 mil pessoas devem visitar a feira durante os quatro dias de exposição. De acordo com reportagem da Folha, a expectativa é superar os valores alcançados em 2009, quando houve 21,5 mil negócios, que movimentou aproximadamente R$ 1,5 bilhão.


Mundo

6. Lula diz que ONU precisa mudar


Em entrevista ao jornal espanhol El Pais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse preferir o carnaval à guerra e criticou a representação da ONU. “Eu não quero a guerra, sou um homem de diálogo. Quero esgotar até o último minuto as possibilidades de um pacto com o presidente do Irã para que ele possa continuar enriquecendo urânio. Meu limite são as decisões da ONU, a qual, é claro, pretendo mudar porque da forma como está ela representa muito pouco. Por que o Brasil não é membro do Conselho de Segurança?”, disse. Entre outros assuntos Lula afirmou não acreditar na possibilidade do PT perder as eleições presidenciais.


7. Falta de consenso dificulta aliança na Grã-Bretanha

Após quatro dias de negociação, pressões contra a coalizão dificultam o acordo entre o líder conservador David Cameron e o liberal Nick Clegg. De acordo com reportagem do Estadão, o impasse maior à formação da coalizão continua sendo a indisposição do Partido Conservador em ceder aos principais interesses do Partido Liberal, entre os quais a convocação de um referendo sobre a reforma do sistema eleitoral. Enquanto isso, o primeiro-ministro e líder do Partido Trabalhista Gordon Brown segue no poder, com cada vez menos apoio de seus correligionários.


Economia

8. Pacote emergencial à Grécia faz bolsas dispararem


O acordo sobre um pacote emergencial de resgate no valor de US$ 1 trilhão para estabilizar os mercados financeiros e evitar que a crise da Grécia destrua o euro começa a fazer efeito. Segundo reportagem do Estadão, o índice FTSEurofirst 300 de principais bolsas da região subia 5,91%, para 1.024 pontos às 7h12 – horário de Brasília -, depois de sofrer na semana passada a maior queda em quase 18 meses. O movimento foi seguido por Santander, HSBC, BNP Paribas e BBVA, que alcançaram valorização entre 8,5% e 20,1%.


9. Dívidas absorvem 18% da renda familiar

Levantamento feito pela LCA Consultores mostra que as famílias gastam em média 18% de sua renda com o pagamento de dívidas e juros. De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, o que explica o peso elevado do serviço da dívida no bolso dos brasileiros é o fato de os prazos dos financiamentos serem muito curtos e as taxas de juros pagas, muito altas, condição que deve ser agravada com o aumento da taxa Selic em maio, de 8,75% para 9,5%.


10. Inflação que regula aluguel sobe 0,47%

Dados divulgados hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) apontam que o IGP-M – índice usado para reajustar o preço do aluguel – de maio subiu 0,47%, após apresentar aumento de 0,27% no mês passado. Segundo reportagem do Estado de S. Paulo, até a primeira prévia de maio, o índice acumula aumentos de 4,05% no ano, e de 3,44% em 12 meses.


Por Ana Galli

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos