Viver ou morrer? Decisão caberá ao paciente

Viver ou morrer? Decisão caberá ao paciente: "

Uma das decisões previstas no Novo Código de Ética Médica, que entrará em vigor amanhã, 13, prevê que pacientes em casos terminais deverão decidir se preferem continuar a viver ou morrer.


Ao longo de muitos anos, o avanço tecnológico aliado ao avanço da medicina permitiu que muitos pacientes fossem mantidos em sobrevida, o que muitas vezes apenas prolongam a dor tanto dos pacientes como da família.


Para que fique clara a escolha feita pelo paciente, o órgão trabalha na elaboração do chamado “testamento viral”.


Uma resolução que já existe em países como Espanha e Portugal, o testamento consiste em documento em que qualquer cidadão poderia registrar em cartório a decisão de quem, caso estiver inconsciente, poderá decidir questões relativas à saúde em seu lugar e quais os procedimento autoriza ou não.


Qual a sua opinião sobre a decisão? Em situações terminais

é válida a decisão pela “morte”? Comente.





Compartilhe:


Digg
Sphinn
del.icio.us
Facebook
Mixx
Google Bookmarks
email
LinkedIn
Live
MySpace
Rec6
Reddit
Technorati
Twitter
Yahoo! Bookmarks
Add to favorites




"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini