Saiba quem sai na frente na corrida eleitoral para governador nos estados

Saiba quem sai na frente na corrida eleitoral para governador nos estados: "

A fotografia da posição de largada dos pré-candidatos a governos estaduais, segundo pesquisas regionais, aponta quem sai na frente em estados que terão influência importante na disputa federal.


O PMDB vai bem, surfando num amplo favoritismo – pelo menos neste momento – nos estados de Mato Grosso do Sul, onde André Puccinelli, atual governador, teria 52% (segundo o Ibrape) das intenções de voto, na Paraíba, onde o governador José Maranhão tem 44% (segundo Vox Populi), no Espírito Santo, com Ricardo Ferraço, vice de Hartung, com 45% (segundo Enquet).


Se a vantagem ampla dos peemedebistas acontece em estados tidos como eleitoralmente “periféricos”, os candidatos do partido também largam na dianteira em estados-chave, nesta eleição. No Maranhão, por exemplo, a peemedebista Roseana Sarney tem 50% das intenções de voto (Sensus), Hélio Costa, em Minas, está na frente com 38% (Sensus) e Sérgio Cabral, antes das chuvas no Rio, tinha 39% (Vox Populi).


Em resumo, o principal aliado na coligação petista que dá suporte à candidatura de Dilma Rousseff, o PMDB, tem boas chances de eleger governadores em seis estados, e oferecerá palanques fortes para a petista.


No PT, Jacques Wagner (44%/Vox Populi), na Bahia, Marcelo Deda (43%/Dataform), no Sergipe, e Tião Viana (55%/Delta), no Acre, largam bem à frente dos adversários, garantindo situação relativamente confortável para o cortejo de Dilma nestes estados.


No Rio Grande do Sul, o ex-ministro da Justiça Tarso Genro está empatado com o peemedebista José Fogaça, 31% a 30%, respectivamente, segundo Datafolha de março. Não por acaso, Lula liberou Genro para sair em campanha um mês antes dos demais ministros. Afinal, a região sul é um desafio para os petistas.


A oposição tucana larga na frente no mais importante colégio eleitoral: São Paulo, onde Geraldo Alckmin tem 52% (Datafolha). E segue na dianteira no Paraná, onde o tucano Beto Richa tem 45% (Radar), no Mato Grosso, com Wilson Santos (30%/Vox Populi), no Piauí, com Sílvio Mendes (30%), e em Rondônia, com Expedito Júnior (32%/Ipespe).


O PSB, de Ciro Gomes, tem dois palanques fortes a oferecer a Dilma, caso o cearense fique de fora da disputa presidencial: em Pernambuco, onde Eduardo Campos tem nada menos que 63% (Vox Populi) das intenções de voto para se reeleger, e em Alagoas, onde o pedetista Ronaldo Lessa tem 43% (Ibrape).


Mas esta é apenas a radiografia do cenário estadual na bandeirada inicial desta corrida, cujo percurso é pródigo em curvas traiçoeiras, trombadas fatais e chuvas inesperadas. Só o eleitor é que dirá quem vai subir no podium. E só em outubro.


(Portal R7)


"

Comentários

  1. 50% dos votos? É ela teve um crescimento considerável desde a última pesquisa.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentando os Fatos, uma nova forma de divulgar conteúdo com credibilidade.
Os nossos esforços se concentram no sentido de acrescentar ao nosso publico informações diferenciadas, aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado, noticias todos divulgam, o diferencial da informação está aqui em Comentando os fatos, credibilidade sempre em primeiro lugar.

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini