Roseana Sarney lista avanços em um ano de governo

Roseana Sarney lista avanços em um ano de governo: "

SÃO LUÍS - A governadora Roseana Sarney (PMDB) completa um ano de governo contabilizando obras e ações que garantiram avanços em vários setores da administração estadual. Uma das marcas de sua gestão foi atuar em parceria com o Governo Federal, com as prefeituras e com a sociedade civil organizada. “Sempre buscamos trabalhar em favor da população, independente de posições políticas”, afirmou ela.

O balanço das ações do governo inclui iniciativas nas áreas de saúde, infra-estrutura, educação, cidadania, habitação, valorização do funcionalismo público e geração de trabalho e renda, com a chegada de novos empreendimentos e a expansão do Viva Meu Primeiro Emprego. “O estado terá R$ 101,9 bilhões em grandes investimentos nos próximos seis anos, sendo R$ 81,3 bilhões da iniciativa privada e R$ 21,6 bilhões do poder público”, contabilizou a governadora.

Roseana Sarney destacou o impacto desses incrementos na vida da população. “Os investimentos vão aumentar substancialmente o PIB (Produto Interno Bruto) e criar mais de 200 mil empregos diretos e indiretos. Além disso, só as obras de restauração e pavimentação das rodovias, estão gerando 20 mil empregos. É renda que chega à população e ajuda a movimentar a economia de grandes e pequenos municípios do estado”, ressaltou.

A expansão da economia já vem sendo sentida em municípios como Bacabeira (com as obras da Refinaria Premium, da Petrobras, orçadas em R$ 40 bilhões), Açailândia (com a chegada da Aciaria da Gusa Nordeste, no valor de R$ 150 milhões), Estreito (com a construção da Usina Hidrelétrica de Estreito, no valor de R$ 3,2 bilhões), Balsas (Complexo Agroindustrial Avícola, somando US$ 75 milhões) e Imperatriz (Fábrica de Celulose, no valor de R$ 3 bilhões). Com a instalação dos canteiros de obras, as cidades experimentam crescimento e a população vive a expectativa de melhores dias.

O Maranhão está sendo preparado para receber esses investimentos com obras na área da infra-estrutura. Nesse setor, serão R$ 780 milhões injetados na construção e recuperação de rodovias. A meta do governo é interligar, por asfalto, todas as cidades maranhenses, iniciativa que inclui as estradas vicinais. Por meio de parceria com prefeituras, foram recuperados mais 4 mil km de vicinais.

Saúde

Um dos grandes avanços, segundo Roseana Sarney, pode ser observado no setor da saúde. Com investimentos de R$ 350 milhões, estão sendo construídos 78 hospitais de pequeno, médio e grande porte, e viabilizado o reaparelhamento de diversas unidades. Estão em fase de construção 64 hospitais de 20 leitos, oito hospitais de 50 leitos e mais oito Unidades de pronto Atendimento (UPAs), sendo duas em São Luís (no bairro do Anjo da Guarda e Avenida dos Holandeses) e uma em São José de Ribamar. As demais estão nos municípios de Coroatá, Codó, S. João dos Patos, Imperatriz e Timon.

Em São Luís, estão sendo reformados e modernizados os hospitais Geral, Carlos Macieira, PAM Diamante e Juvêncio Matos. No interior, o governo revitaliza a rede de hospitais regionais de Imperatriz, Presidente Dutra, Coroatá, Itapecuru-Mirim, Timon, Colinas, Carutapera, Viana, Santa Luzia e Bacabal.

Educação

No campo da educação, o saldo é de 183 escolas recuperadas e 149 novas - seis já concluídas, 52 em construção e 32 licitadas e contratadas. O Governo do Estado também realizou concurso para 5.320 docentes e fez seletivo meritório para contratar 6.480 professores. Além disso, estão sendo desenvolvidas ações dentro Programa Escola Viva para reverter os indicadores negativos da educação no estado.

Segurança

A segurança ganhou reforço com 500 novas viaturas e 443 armas e equipamentos, as unidades prisionais foram reequipadas, delegacias foram construídas e reformadas. Para modernizar o sistema de segurança, foram investidos R$ 33 milhões de convênios federais e do tesouro estadual. E mais de 1.500 policiais foram promovidos com a redução do interstício.

Área social teve prioridade

Em um ano, o governo Roseana Sarney implantou programas com o objetivo de melhorar a vida da população de baixa renda. O Viva Água garante a conta de água paga a 91.101 famílias e o Viva Luz assegura conta de energia elétrica quitada a 500 mil famílias.

O governo também ofereceu 1.078 cursos de qualificação nos municípios, alcançando o índice de mais de 11 mil trabalhadores reposicionados no mercado de trabalho. No campo do emprego, mais de R$ 20 milhões estão sendo investidos na concessão de bolsas aos beneficiados pelo programa Viva Meu Primeiro Emprego. São mais de 12 mil jovens capacitados com um investimento de R$ 21 milhões. A meta é que, pelo menos, 40% dos jovens sejam absorvidos pelo mercado de trabalho com o término do estágio, tendo a carteira de trabalho assinada.

A área da habitação também recebeu incremento do governo estadual. “Quando assumimos encontramos 21 mil casas contratadas e apenas 7.500 construídas pelas gestões passadas. Construímos as 13.500 casas que faltavam e fizemos mais três mil casas para os desabrigados das cheias de 2009”, detalhou a governadora.

Outro destaque do setor foi o lançamento do Viva Casa 2009/2010, que está viabilizando a construção de 12 mil módulos habitacionais, em substituição às casas de palha e de taipa. Por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, parceria com o Governo Federal, estão sendo construídas 30 mil casas para famílias que recebem de zero a três salários mínimos.

Para completar, o PAC Rio Anil está erradicando palafitas nos bairros Liberdade, Camboa, Fé em Deus, Alemanha e Barreto. Já foram concluídas 1.600 residências, entregues em 2009 e estão sendo feitas mais 1.500 casas para entrega em 2010.

Criado no primeiro governo de Roseana Sarney e somando mais de 16 milhões de atendimentos desde o início, com avaliação positiva de quase 100% dos usuários, o Viva Cidadão foi ampliado. Em 2010, novas unidades fixas foram inauguradas em Balsas, Caxias, Coroatá, Pinheiro, São Bento e no bairro Cohab, em São Luís.

Além disso, nove carretas foram adquiridas para atendimento móvel em todos os municípios do Maranhão. Com a ampliação, o programa registrou quase dois milhões de atendimentos em 2009 e consolidou sua eficácia.

Principais ações desenvolvidas

Os investimentos na agricultura e na pesca somam R$ 16,4 milhões no biênio 2009/2010 voltados para projetos que visam à melhoria do agronegócio, da pesca e da sustentabilidade. Por meio do Viva Produção, foram distribuídas sementes certificadas e doados equipamentos para agricultores e pescadores com o objetivo de assegurar o fortalecimento das cadeias produtivas do Maranhão.

Dez mil piscicultores receberam mais de R$ 5 milhões de alevinos e 500 kits de piscicultura, com ração, redes e baldes plásticos. Cerca de 1.200 famílias de pequenos agricultores foram beneficiadas com equipamentos como pulverizadores, plantadeiras e forrageira.

O Governo do Estado assumiu o custo de até 1% do saldo deve dor do Pronaf, beneficiando 36.678 produtores familiares em 174 municípios. O Programa Viva Terra atinge agricultores, famílias de assentados e participantes do crédito fundiário e das comunidades quilombolas extrativistas de 44 municípios.

O programa Geração Futura capacitou 800 jovens de 16 a 24 anos de 22 municípios. Já o programa Terra Legal viabilizou a regularização de áreas em 23 municípios e também a regularização de terras de várzea em 11 municípios.

Foram criados o Núcleo de Atendimento às Vítimas da Violência, o Portal da Cidadania e os Centros de Referência dos Direitos Humanos em Bacabal, Imperatriz e Açailândia, visando regionalizar ações do Núcleo de Atendimento às Vítimas da Violência e acompanhar o combate ao trabalho escravo.

O Procon Online (no portal da Cidadania) foi instalado como espaço para denúncias, consultas em 24 horas e agendamento para recebimento com hora marcada. A cidadania também foi garantida por meio de 70 mutirões para expedição de certidão de nascimento e pela instalação de 50 postos fixos dentro de 50 maternidades no interior.

O governo garantiu o assessoramento aos gestores públicos para efetivação de políticas de igualdade racial em 27 municípios. Foram realizadas ações integradas com Secretarias da Saúde em 17 municípios, visando cuidados com a saúde de crianças quilombolas de até seis anos. Também foi trabalhado o fortalecimento do Conselho Estadual da Igualdade Étnico-Social. Encontros com movimentos sociais propiciaram o fortalecimento das políticas voltadas às questões dos negros, povos indígenas e comunidades tradicionais: 1.820 participantes.

O Plano de Desenvolvimento Integral do Turismo do Maranhão, que havia sido abandonado, ganhou prioridade. O objetivo foi recolocar o Maranhão na lista dos principais roteiros turísticos do Brasil e do mundo.

As festas de São João, Reveillon e Carnaval do Maranhão foram revitalizadas pelo atual governo. A medida fortaleceu as manifestações da cultura popular, dinamizou o turismo, além de ter gerado emprego e renda e impulsionado o comércio. A programação dessas festas levou milhares às ruas para dançar ao som das manifestações genuínas do estado.

Ações culturais de grande proporção foram realizadas. A Avenida Litorânea recebeu a primeira edição do Bumba-Ilha, que reuniu grupos de bumba-meu-boi na orla de São Luís e levou centenas a compor os batalhões de matraca e orquestra.

Também foram reativados 11 Centros Tecnológicos e está em processo de licitação a obra para construção de mais 11 centros de Capacitação Tecnológica. O Programa Viva Digital proporcionou inclusão digital para 40 mil pessoas em 27 municípios e o Programa Aula do Futuro viabilizou a alfabetização, por meio do rádio, para 95 pontos de recepção.

FONTE: Imirante.com
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini