A polêmica dos “pardais”

A polêmica dos “pardais”: "

pardalA decisão da Prefeitura de aumentar o número de fotossensores, os impopulares pardais, nas avenidas de São Luís é uma medida que, embora contestada por grande parte dos motoristas, tem tudo para se reverter em melhoria da segurança do trânsito na cidade. Com a finalidade de registrar infrações cometidas por condutores, como avanço de sinal vermelho e estacionamento sobre a faixa de pedestres, os equipamentos, caso funcionem adequadamente, serão de grande utilidade para coibir os abusos que ocorrem diariamente nas vias que registram fluxo intenso de tráfego na capital.



A cada dia mais conturbado e inseguro, o trânsito de São Luís carece de intervenções urgentes e contínuas. Indiferentes às campanhas de conscientização que vez ou outra acontecem na cidade, muitos motoristas só repensam seu comportamento imprudente ao volante quando sujeitos a punições como a aplicação de multas. Daí a importância dos pardais, que ao impor perdas financeiras aos condutores irresponsáveis, tornam-se um meio de obrigá-los a mudar de postura.


Segundo dados do Detran, de janeiro a março deste ano, foram aplicadas 2.285 multas de trânsito em São Luís por avanço de sinal vermelho com base em imagens registradas por fotossensores. Esse número provavelmente aumentará com a instalação dos novos equipamentos. À medida que forem sentindo no bolso as conseqüências de sua imprudência, os motoristas irresponsáveis tenderão a frear seu ímpeto infrator. Ao mesmo tempo, as avenidas da cidade, com seu vai-e-vem frenético de veículos, tornar-se-ão ambientes mais seguros para condutores e pedestres.


Um fator intrigante é a falta de divulgação por parte da Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SMTT) da instalação dos novos fotossensores. Os aparelhos foram aparecendo dia após dia nas avenidas, sem que fosse dada qualquer satisfação à população. Não fosse a postura vigilante de O Estado, que traz em sua edição de hoje matéria enfocando o aumento do número de pardais na cidade, os habitantes da capital ainda estariam completamente desinformados sobre o assunto.


Qualquer intervenção viária, por mais insignificante que pareça, deve ser amplamente divulgada. Ao sonegar informações sobre questão tão relevante, a administração pública presta um desserviço à população. Em uma área crucial como o trânsito, é preciso agir com transparência para que as mudanças adotadas surtam o efeito pretendido. Manter os cidadãos alheios ao processo é, no mínimo, contribuir para que não se atinja o resultado esperado. Por isso, a administração municipal deve vir a público com urgência prestar informações detalhadas sobre a instalação dos novos pardais.


A iniciativa da Prefeitura de monitorar com mais rigor o trânsito na cidade pode ser de grande valia. Resta saber se os pardais, além de garantir acréscimo de receita aos cofres municipais, cumprirão sua finalidade de proporcionar mais segurança ao tráfego.


Reproduzido de O Estado do Maranhão (foto: De Jesus)

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini