Olha aí o “jeito maranhense de ser”!!!

Olha aí o “jeito maranhense de ser”!!!: "Maranhense não espia - maroca;
Maranhense não é chato - é ralado;
Maranhense não estraga a festa - azia;
Maranhense não é mão-de-vaca - é canhenga;
Maranhense não sente agonia - sente arrilia;
Maranhense não bate - dále;
Maranhense não dá murro - dá bogue
Maranhense não é rápido - é zilado;
Maranhense não vai pra farra - vai pra bagaceira;
Maranhense não imita - arremeda;
Maranhense não é feio - é mucura;
Maranhense não se toca - se manca;
Maranhense não quebra nada - escangalha;
Maranhense não é ruim - é rúim;
Maranhense não fica satisfeito - fica cheinho;
Maranhense quando se espanta não fala: nooossa!!! - fala: ééééééguuuaaas!;
Maranhense não toma coca-cola - toma guaraná Jesus;
Maranhense não chama atenção - é esparroso;
Não existe maranhense gay - existe maranhense qualira;
Maranhense não é ‘moleque’ - é ‘piqueno’;
Maranhense não fica com fome - fica brocado;
Maranhense não é convencido - só quer se amostrar;
Maranhense não fica zangado - fica injuriado...
Maranhense não concorda nem fala sim - diz hum, hum ou hem, hem
Maranhense não diz irmã- diz mermã

Fonte:Jornal Peqeuno.
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini