NOTAS RÁPIDAS

NOTAS RÁPIDAS: "FONTE: http://colunas.imirante.com/paulocarvalho/

TIRO PELA CULATRA


Coluna Estado Maior: O Estado do Maranhão


O presidente da Assembléia Legislativa, Marcelo Tavares (PSB) foi acuado pelo segundo dia consecutivo, ontem, em plenário. Tentando gerar fato político, ele questionou as obras do governo Roseana Sarney (PSB) e reafirmou o que foi feito nos governos José Reinaldo (PSB) e Jackson Lago (PDT). Por isso, foi obrigado a aceitar, a contragosto, a proposta do líder governista, Chico Gomes (DEM) para que a Comissão de Obras inspecionasse todas as obras dos últimos anos.Ponte-Gautama-227_mini


Acréscimo do blogueiro: o deputado nunca se manifestou sobre as famigeradas pontes(foto) que leva nada a lugar nenhum, ou melhor, que levaram o ex-governador José Reinaldo vê o sol nascer quadrado.



SERRA NÃO CONHECE O BRASIL


Fonte: O Globo


Bem humorado, um senador tucano contava ontem que o candidato José Serra ligou, na segunda-feira, para Simão Jatene (candidato do PSDB ao governo do Pará), para se desculpar por ter dito, na convenção do partido, que ele era de Rondônia. Ele relatou a justificativa de Serra: “gritaram Jatene da platéia e pensei que fosse o Adib Jatene” (ministro da Saúde no governo FH). Só que esse Jatene também não é de Rondônia, é do Acre.

"

Comentários

  1. Toma Marcelo. Ele, como presidente da Assembleia, deveria ser o primeiro a não levantar falso testemunho, já que se existe uma comissão designada para vistoriar obras. Poderia ter ficado sem esta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comentando os Fatos, uma nova forma de divulgar conteúdo com credibilidade.
Os nossos esforços se concentram no sentido de acrescentar ao nosso publico informações diferenciadas, aquele algo mais que ainda não foi dito, ou ainda não foi mostrado, noticias todos divulgam, o diferencial da informação está aqui em Comentando os fatos, credibilidade sempre em primeiro lugar.

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini