Menina ateia fogo no próprio corpo

Menina ateia fogo no próprio corpo 
Segundo a polícia, foi a mãe da menina que registrou a ocorrência.

FONTE: http://www.oimparcialonline.com.br/
Michelle Almeida 


Um fato chocou o município de Lago da Pedra, localizado a 305 km de São Luís. Na última sexta-feira (16), uma menina de apenas 13 anos de idade tacou fogo em seu próprio corpo e também na casa onde residia após se desentender com sua mãe.

Segundo a polícia de Lago da Pedra, foi a mãe da menina que registrou a ocorrência. A senhora, que não quis se identificar, informou que a menina foi adotada quando ela tinha três anos de idade. Com o passar dos anos, a garota começou a apresentar um comportamento estranho, fazendo inclusive ameaças de morte a mãe.

No depoimento prestado a polícia, a mãe informou que no dia do ocorrido ela teria tido uma briga com a menina. Com raiva a jovem pegou um vidro de álcool e começou a espalhar pela casa. O alvo principal da garota foi o guarda-roupas, onde a jovem ateou fogo nas roupas da mãe. Depois que o fogo se alastrou pela casa, a menina teria virado o vidro de álcool contra si mesma e derramado fogo no próprio corpo. A mãe informou que a menina saiu andando pela casa com o corpo queimando como se nada tivesse acontecendo. Nem ao menos demonstrou dor. Os vizinhos acolheram a jovem e conseguiram apagar o fogo do seu corpo.

A mãe da menina também relatou à polícia que a garota já vinha falando que cometeria suicídio. Ela também acredita que a menina tenha algo tipo de problema mental. A  mãe também alega que a menina teve uma boa criação e que ela não teria motivos para cometer tal fato.

A menina ainda foi trazida com vida para São Luís, mas faleceu na manhã dessa quarta-feira (21) no Hospital Djalma Marques, o Socorrão I. A ocorrência foi registrada no Plantão Central da Beira-Mar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini