Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial – Cuide do seu coração

Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial – Cuide do seu coração: "


Hoje, dia 26 de abril é lembrado como o Dia Nacional de Combate a Hipertensão Arterial. Um índice que pode ser controlado com hábitos e alimentação saudável e vitima milhares de pessoas mundo afora.


O InCor (Instituto do Coração) e a Sociedade Brasileira de Hipertensão promovem hoje uma campanha para prevenção da pressão alta, doença responsável por 40% dos infartos e 80% dos derrames. Um evento aberto ao público vai avaliar fatores de risco como pressão e circunferência abdominal e dar orientações à população. O evento será no InCor (r. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 44, São Paulo), entre 8h30 e 17h. Serão distribuídas 500 senhas.


Como funciona nosso sistema cardíaco e o que é a Hipertensão Arterial?


O coração é uma bomba eficiente que bate de 60 a 80 vezes por minuto durante toda a nossa vida e impulsiona de cinco a seis litros de sangue por minuto para todo o corpo. Pressão arterial é a força com a qual o coração bombeia o sangue através dos vasos. É determinada pelo volume de sangue que sai do coração e a resistência que ele encontra para circular no corpo.


Pressão arterial é sempre medida por dois números: as pressões sistólica e diastólica. Ambas são importantes. Geralmente o primeiro número é a pressão sistólica e o último a diastólica, como por exemplo 120/ 80 mmHg.


Hipertensão arterial ou pressão alta é quando a pressão que o sangue exerce nas paredes das artérias para se movimentar é muito forte, ficando acima dos valores considerados normais. Ela pode ser encarada como uma doença ou como um fator de risco para o desenvolvimento de doenças do coração pois, muitas vezes, não provoca sintomas ou estes são gerais, como dores de cabeça, tonturas, mal estar etc.


A pessoa é considerada hipertensa quando a sua pressão arterial estiver maior ou igual a 140/90 mmHg (ou 14 por 9). Para essa consideração, os dados devem ser medidos várias vezes, de forma correta, com aparelhos calibrados e por profissional capacitado.


As pessoas com maior risco de se tornarem hipertensas são aquelas com excesso de peso, que não têm uma alimentação saudável, ingerem muito sal, não fazem exercícios físicos, consomem muita bebida alcoólica, são diabéticos ou têm familiares hipertensos. O risco aumenta com a idade. Após 55 anos, mesmo as pessoas com pressão arterial normal têm 90% de chances de desenvolver hipertensão.


Artigos Relacionados:


- Crise hipertensiva faz presidente passar mal. Você também precisa ficar atento!





Compartilhe:


Digg
Sphinn
del.icio.us
Facebook
Mixx
Google Bookmarks
email
LinkedIn
Live
MySpace
Rec6
Reddit
Technorati
Twitter
Yahoo! Bookmarks
Add to favorites




"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos