CELAS DA DELEGACIA REGIONAL DE SANTA
INÊS ESTÃO COMPLETAMENTE VAZIAS!
FONTE: http://www.agorasantaines.com.br/
Não existem mais criminosos de qualquer natureza nas celas da Delegacia Regional de Santa Inês. Para as pessoas que ficaram felizes ao imaginar que não existem mais estupradores, assassinos, traficantes, ladrões e que a cidade ficou pacata e longe dos criminosos e seus crimes, é bom não comemorar muito. Alegria dura pouco, a delegacia está vazia devido a reforma que aquele prédio passará, segundo informou à reportagem do Agora Santa Inês o delegado Regional Valter Costa. As obras devem ser iniciadas na próxima semana.
Em razão da reforma, os 112 presos que respondem a processos foram transferidos para presídios da Região Metropolitana de São Luis. As transferências ocorreram na quinta-feira (23) e ontem, sexta-feira, conforme ofício enviado pelo delegado local com orientação da Juíza Kariny Pereira Reis, aos juízes da Comarca, na quarta-feira, para que houvesse a transferência dos presos e acontecesse com urgência uma reforma na Delegacia. O documento foi enviado um dia após a rebelião dos detentos na ultima terça-feira (20), cuja atitude dos presos se deu como forma de protesto à falta de água, além da precariedade de higiene e falta de condições humanas mínimas de sobrevivência.
Dos 112 presos, todos homens, que estavam em cárcere na delegacia, 36 foram transferidos na manhã de quinta-feira em 3 vans do sistema penitenciário do Estado além de 3 carros da Polícia Civil que fizeram a escolta e o apoio de dois carros da Força Tática que acompanharam o comboio por algum tempo. Já ontem, sexta-feira, por volta das 10:30 da manhã, mais 46 presos foram transferidos da Regional. A transferência foi feita para o Centro de Triagem de São Luis de onde serão encaminhados para as penitenciárias da capital. Outros presos também foram transferidos para as cadeias de Pindaré e outros municípios da região. Apenas três mulheres continuam na Delegacia e serão transferidas provavelmente no início da próxima semana para Santa Luzia do Tide.
Nossa equipe de reportagem ao perguntar para delegada de plantão Carolina Dantas, sobre as próximas ocorrências, onde os detentos iriam ficar, ouviu dela a resposta de que na chegada do delegado Valter, será feito uma reunião para se obter essa definição. Segundo informações dos policiais civis, a parte da frente da delegacia (setor burocrático) passará apenas por uma reforma enquanto todo o setor de carceragem será demolido para uma construção com materiais mais firmes e fortes, como nossa Editoria Policial divulgou na matéria anterior. No momento em que finalizávamos matéria, policiais civis de Buriticupu chegavam com o senhor Paulo Pereira da Silva, de 73 anos molestou uma criança de apenas 12 anos de idade. A apresentação foi feita na Regional, mas ele ficará custodiado em Pindaré-Mirim.


                                 FOTOS:  http://www.agorasantaines.com.br/
Após transferência dos presos, o que apenas restaram nas celas da Regional de Santa Inês foram alguns pertences dos detentos. O local será demolido para construção de uma penitenciária mais segura

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos