Banco do Nordeste financia produção de etanol no Maranhão

Banco do Nordeste financia produção de etanol no Maranhão: "

TG - Aldeias AltasA agência São Luís-Centro libera credito da ordem de R$ 30 mi para a agroindústria maranhense TG Agro Industrial LTDA


Aldeias Altas (MA) - Ampliar a capacidade produtiva e modernizar o parque industrial. Este é o objetivo do investimento da ordem de R$ 30 mi feito pela TG Agro Industrial LTDA. a partir da contratação de crédito feita com o Banco do Nordeste, por meio da agência São Luís-Centro. Os recursos são provenientes do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, no segmento rural (FNE- Rural) e serão aplicados no processo de produção de etanol do empreendimento.


“Hoje são processadas mais de 320 mil toneladas, mas com o investimento, passaremos para dois milhões, que corresponde a mais 200 mil metros cúbicos de álcool hidratado, combustível utilizado como substituto da gasolina em veículos automotores. O BNB foi de fundamental importância para essa potencialização do negócio, devido à facilidade de contratação e o auxílio como agente de desenvolvimento”, avaliou o diretor financeiro da empresa, Fábio Salim.


De acordo com o diretor, com a expansão planejada, a área de cultivo da cana-de-açúcar, que também abrange as cidades de Caxias e Codó, passará de cinco mil para 25 mil hectares. “Também estão previstas a aquisição de insumos, veículos e maquinários agrícolas”, informou Salim.


TG - Aldeias Altas3A empresa – A TG Agro Industrial LTDA é agroindústria maranhense que opera na produção de etanol, englobando o processo que vai desde o plantio e beneficiamento da cana-de-açúcar até a comercialização do produto. Desta forma, o empreendimento é considerado auto-suficiente, tanto que o bagaço que sai da moenda da cana é aproveitado na geração de vapor, indispensável no processo produtivo do álcool, como na geração de energia elétrica.


Atualmente, o principal investimento da empresa é a produção de álcool hidratado, cujo valor é reconhecido internacionalmente, tanto que o empreendimento foi o primeiro do estado a exportar o combustível.


“Este evento mostra como os empreendimentos maranhenses estão empenhados em expandir seu mercado e desenvolver o negócio e o quanto a TG Agro Industrial está empenhada em desenvolver o funcionamento da cadeia logística de escoamento desta produção. Isso é bom para o Estado, porque mostra que esta é uma terra que tem potencial e só precisa ser explorado”, analisa Fabio ressaltando que, além do exterior, a produção também é direcionada ao mercado interno, principalmente para os estados do Maranhão (onde é consumido 80% do que é produzido), Piauí, Pará e Ceará em função da proximidade e da disponibilidade de mercados.


O próximo passo é a produção de álcool anidro que, em vez de substituir, complementa a gasolina. “Este combustível é adicionado à gasolina e esta não tem suas características alteradas”, explica Fábio completando que a TG Agro planeja também produzir açúcar cristal.


TG - Aldeais Altas2Mercado – A TG Agro tem investido maciçamente em sua produção, com vistas a participar do grande impulso vivido pelo agronegócio sucroalcooleiro atualmente. Segundo dados do Serasa/Setorise (2009), o ramo movimenta cerca de R$ 41 bilhões por ano, o que corresponde a aproximadamente 3,65% do PIB nacional. Números que fazem do Brasil o maior produtor mundial de cana e açúcar e o principal país do mundo a implantar, em larga escala, um combustível renovável alternativo ao petróleo.


A produção nacional total de álcool, no ano passado, foi de 27,68 bilhões de litros, um incremento de 23,3% em relação à safra anterior. O total de álcool hidratado produzido no ano-safra 2008/2009 atingiu 18,05 bilhões de litros, aumento de 29,1%, enquanto o de álcool anidro foi de 9,63 bilhões de litros, 13,8% a mais.


Em 2008, o Brasil exportou álcool para 58 países, sendo os EUA o maior importador, com participação de 29,9%, seguidos pela Holanda, com 26,2%, Jamaica com 8,4%, El Salvador com 8,4% e Japão com 5,1%. Os cinco países responderam por 76,5% do total exportado.


A TG Agro Industrial Ltda é uma das empresas brasileiras incluída no rol daquelas que exportaram o combustível e também foi a primeira a realizar esse tipo de transação comercial do álcool no estado do Maranhão.


Por esse motivo, o gerente de negócios em exercício da agência São Luís-Centro, Evandro Sousa, acredita que a empresa se configura como um grande potencial para o Maranhão, em especial ao município onde está instalada.


“Desde 2004, com o início da operação da TG Agro na cidade, houve uma melhora significativa dos níveis de renda, indicadores sociais e qualidade de vida, que apontam para um efetivo desenvolvimento de Aldeias Altas. São mais de 285 empregos permanentes e 2.100 temporários produzidos, dando melhores condições de vida para os habitantes do município. Este crescimento econômico gerou maior quantidade de recursos disponíveis para a gestão municipal e, consequentemente, um impacto nas áreas sociais, em especial na saúde, educação e infra-estrutura urbana”, ressalta Evandro.


(José de Ribamar Ferreira Júnior – Assistente de Comunicação, Propaganda e Cultura – Contratado da Empresa Fortal Empreendimentos Ltda.)


Banco do Nordeste – Superintendência Estadual do Maranhão

"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini