onde esta Domingos Dutra??

a vinda do José Dirceu ao Maranhão, mostra a força do sen. José Sarney e da gov. Roseana Sarney no governo LULA e no PT, enquanto isto uma meia duzia de petistas frustrados e inconformados aqui do MARANHÃO tentam de todas as formas atacar a gov. e o sen. José Sarney, agora deveriam dar a mao a palmatoria!"!

referente a:

"“Se dependesse de mim e da direção nacional, PT e PMDB já estariam juntos no MA”, diz José Dirceu


qua, 23/09/09
por Décio Sá |
categoria Política Nacional, Política local
| tags José Dirceu, Maranhão, PMDB, PT



Ex-ministro José Dirceu gostou muito da sobremesa
O ex-ministro José Dirceu almoçou hoje com a governadora Roseana Sarney (PMDB) na residência dela no Calhau. Ele veio ao Maranhão articular a candidatura da ministra Dilma Roussef (Casa Civil). Participaram da conversa o vice-governador João Alberto, o deputado Washington Luiz Oliveira (PT), o secretário Zé Antonio Heluy (Trabalho e Economia Solidária) e os candidastos a presidente do Diretório Estadual Edmilson Carneiro e Raimundo Monteiro, além de deputados estaduais.
José Dirceu disse que se dependesse dele, do presidente  Ricardo Berzoini, e da Direção Nacional do partido, o PT e o PMDB já tinham fechado a aliança no Maranhão. Ele avaliou a pesquisa CNI Ibope onde Serra e Dilma caíram 4 pontos percentuais e Ciro Gomes empatou com a ministra.
De acordo com ele, é muito cedo ainda para analisar pesquisas. Dirceu disse que a candidatura de Marina Silva (PV) desmonta o palanque do governador de São Paulo no Rio de Janeiro e tira mais voto dele na região Norte. Já Ciro complica mais ainda a situação do tucano no Nordeste.
Apesar das conspirações do presidente da Petrobras, Sergio Gabrielle, ela afirmou que a refinaria premium em Bacabeira é questão definida no governo e não há risco nenhum dela não ser implantada no Maranhão. José Dirceu contou ainda que a crise no Senado foi só uma tentativa do PSDB de atrapalhar a aliança PT/PMDB.
Ele almoçou - e repetiu - a famosa peixada maranhense. De sobremesa, saboreou doce de caju e sorvete de cajá. Além de mim, participaram da entrevista o jornalista Marcos D’Eça e o blogueiro Caio Hostílio. Abaixo, os principais pontos:
Com o senhor analisa a pesquisa CNI/Ibope onde Serra aparece com 34%, Ciro e Dilma 14% e Marina 6%?
A Dilma Roussef tinha 3%. Hoje ela tem de 15% a 20%. A pesquisa de certa forma é um alerta pra nós (do PT), mesmo levando em consideração que o presidente do Ibope disse que Lula não faz o sucessor. Nós precisamos mudar a agenda e nos organizar para a campanha. Precisamos acelerar a definição das alianças - começando pelo PMDB - e a questão do vice.
O vice pode ser o Michel Temer (PMDB-SP)?
Pode. Não necessariamente ele, mas um nome do PMDB.
Um nome do Nordeste?
Pode ser, depende. Essas coisas têm de ser analisadas com pesquisas e avaliando os cenários. A eleição ainda nem começou. Ainda temos 25% de indecisos e a Dilma só é conhecida por 32% do eleitorado. A pesquisa mostra que o Ciro Gomes (PSB-CE) sobe mas quando Heloísa Helena (PSOL-AL) sai, ele herda os votos dela; quando o Aécio Neves (PSDB-MG) sai, ele herda os votos do Aécio. Mas o Aécio não será candidato. Acho mais provável o candidato ser José Serra (PSDB-SP). A Dilma caiu 4 pontos, mas em combinações. Rejeição o Serra tem 30%, a Marina tem 37%, Aécio 36%. Minha preocupação não é pesquisa: é pré-campanha, é o PT, são as alianças estaduais.
Dilma parece estar muito aterefada?
O tempo da Dilma está vencendo. Ela é ministra da Casa Civil; coordenadora do PAC; do programa Minha Casa, Minha Vida; do Pré-Sal e do Conselho de Administração da Petrobras. Isso tem de começar a mudar. Ela tem de fazer como o Serra e o Aécio que estão viajando o Brasil. E como o Ciro faz.
E o crescimento do Ciro?
O Ciro tem o recall de 1998 e 2002. Pode ser que esse número (14%) seja o teto dele, a Dilma é o piso. Tudo indica que o Serra (34%) chegou ao teto. Está muito cedo ainda para analisar pesquisa. Em 1994, nesse período, o Ciro já estava eleito.
Candidatura do Ciro é estratégia do governo contra o Serra?
É preciso analisar. O que vai acontecer em São Paulo? O que vai acontecer em Minas? É muito cedo. No tabuleiro tem muita peça para se mover, para você dizer: é bom uma ou duas candidaturas. Não é o PT que está lançando a candidatura do Ciro. Essa candidatura desorganiza os palanques do PT e PSB nos principais estados do Nordeste. Se o Ciro for candidato mesmo, o PT e o PSB devem analisar cada caso para ver como fica a situação nos estados. Essas perguntas não têm respostas hoje.
E a Marina Silva?
Acho importante a candidatura dela. Ela tem valor, uma história política. Infelizmente saiu do PT. Vai ter oportunidade de se apresentar ao país e defender seus pontos de vistas. Não necessariamente vai ser mais prejudicial a Dilma. No Rio de Janeiro, ela desorganiza o palanque do Serra - e muito. No Norte, Serra já não tem voto e ela acaba de tirar mais votos dele. A reação do PSDB com o lançamento da Marina não foi de júbilo. A própria candidatura de Ciro Gomes no primeiro turno complica totalmente o Serra no Nordeste
O senhor é o quê na campanha da Dilma?
Não sou nem vou ser. Estou participando de uma chapa para a direção do PT e depois vou ver o que faço. Vou ajudar, como estou ajudando, mas não vou participar de coordenação de campanha. O PT tirou um grupo de trabalho para discutir o plano de governo com os outros partidos. Brevemente a Direção Nacional vai indicar esses interlocutores (oficiais).
PT e PMDB no Maranhão têm chance de se unir?
É uma questão dos diretórios, das chapas, das correntes. Nós defendemos uma política onde a questão estadual esteja submetida à nacional na eleição, não chapa interna do PT. Se dependesse de mim, do Diretório Nacional, e do companheiro Berzoini, a aliança PT/PMDB no Maranhão já estava feita há muito tempo. Tem de se resolver isso no voto. Os filiados têm de tomar uma decisão.
Qual o objetivo da sua visita ao Maranhão?
Estou viajando o Brasil todo defendendo a candidatura da Dilma. Vim conversar com a governadora Roseana e dar uma palestra. Vim conversar com as chapas do meu campo. Não vim interferir no processo interno.
Aqui no Maranhão existe um PT “emplumado” (ligado ao PSDB).
Isso vai ser resolvido no dia 22 de novembro. O PT vai votar (eleição dos diretórios e decidir essa questão).
Vai mesmo?!
Vamos ter um diretório novo. Os filiados vão decidir dia 22. Existem três chapas aqui no Maranhão defendendo a aliança com o PMDB e existem outras três trabalhando o contrário. Vamos esperar e ver o que os filiados vão decidir. Estamos trabalhando para que o Maranhão trabalhe nessa estratégia, que é a estratégia nacional.
Como senhor analisa a crise no Senado?
Foi uma crise com dois objetivos: a oposição tinha o interesse de romper a aliança PT/PMDB, a pretexto de exigir o afastamento ou a renúncia do presidente José Sarney. Não havia nenhuma razão para isso. E tinha a crise do Senado que estava sendo equacionada com as medidas tomadas e que não atingiam diretamente o Sarney. Se fosse para fazer uma análise mais apurada, o primeiro senador que deveria responder era o Arthur Virgílio (PSDB-AM). Depois o Efraim Morais (DEM-PB). Não costumo vacilar nessas questões porque conheço muito bem o PSDB e o José Serra. Enquanto ele fazia todo aquele ataque ao PMDB, o Orestes Quércia (PMDB-SP) percorria o Brasil para o PMDB indicar o vice do Serra. Essa história do PMDB fisiológico, o PT está se rendendo ao PMDB … (é tudo conversa).
A aliança nacional PT/PMDB para 2010 está assegurada?
O PMDB tem  uma tendência majoritária de não só fazer aliança, mas resolver agora em outubro a questão do vice da Dilma e da aliança. O presidente Michel Temer já deixou claro isso.
O próprio Lula tem dito que se Serra vencer a eleição o Brasil estaria em boas mãos?
 Isso é conversa de presidente. Ele tem de ser magistrado. Eu sou petista. Quero eleger é a Dilma presidente do Brasil.
Com está essa questão do mensalão e a tentativa do senhor de retomar o mandato?
Não está. O Supremo está ouvindo as testemunhas da defesa. São 643, mas acho que vai haver 20% de desistência. Eu quero ser julgado. Tomei a decisão há dois anos de aguardar. Se for absolvido, vou pedir anistia na Câmara e no Senado. Tem muito tempo ainda. Acho que esse julgamento vai ser em 2011. Minha inelegibilidade vai até 2016 porque são oito anos após o mandato que você foi cassado. Tem um projeto do senador Epitácio Cafeteira (PTB) passando essa inelegibilidade para a data da cassação. Aí muda para 2014. Eu já estou tocando minha vida política independente disso. Minha atividade política independe disso.
Qual a sua idade?
63 anos bem vividos.
E a CPI da Petrobras?
A oposição nunca teve um objetivo, uma denúncia que justificasse a CPI. Eles só queriam desestabilizar e atrasar a definição do Pré-Sal, porque o o Pré-Sal muda o Brasil. Muda o marco regulatório, a maneira de se apropriar da renda do petróleo, e dá ao próximo governo uma capacidade de investimento fantástica. o Brasil vai dar um salto que o Japão e a Coréia deram.
A refinaria premium do Maranhão sai mesmo?
A Petrobras vai fazer. Não tem nenhum risco. É risco zero! Para explorar o petróleo do Pré-Sal tem de fazer refinaria. A decisão está tomada.


1 comentário »




Patrocínio para Fundação Sarney é regular, diz TCU


qua, 23/09/09
por Décio Sá |
categoria Judiciário, Política Nacional, Política local
| tags Fundação José Sarney, Petrobras



Por Fernanda Odilla (Folha de S.Paulo)
Vista aérea do Convento das Mercês, onde funciona fundação
Brasília - O primeiro relatório do TCU (Tribunal de Contas da União) sobre os repasses da Petrobras para a Fundação José Sarney aponta “regularidade da conduta da estatal”. Apesar de as primeiras informações indicarem suposta ilegalidade na prestação de contas da Fundação, o TCU pediu informações à Petrobras e ao Ministério da Cultura sobre o patrocínio de R$ 1,3 milhão.
Entre 2005 e 2008, a Petrobras repassou três parcelas à Fundação José Sarney via Lei Rouanet, que dá incentivos fiscais a quem investe em projetos culturais. Há a suspeita de que parte desses recursos -destinados inicialmente à preservação do acervo e à modernização dos espaços físicos da fundação- tenha sido desviado.
“Se há prejuízo ao erário federal, este se refere ao patrimônio da União e não o da Petrobras, sendo o Ministério da Cultura o órgão responsável pela avaliação das contas do ente beneficiário”, diz o TCU.
O projeto da fundação foi aprovado pelo Ministério da Cultura em 2005. A prestação de contas ainda está em análise, informou a pasta. A Petrobras abateu do imposto de renda 100% do valor investido.  Como não houve repasse de recursos próprios da Petrobras, os técnicos do TCU poderiam entender que a estatal está livre de acusações de gestão ilegítimos ou atos antieconômicos.
O relatório, porém, é preliminar e a Petrobras ainda pode ser punida. “Em qualquer caso (recursos próprios ou via Lei Rouanet), cabe à Petrobras diligência na execução de doações ou de patrocínios, observando os princípios constitucionais da impessoalidade e da moralidade”, diz o texto.
José Sarney afirma que “não tem responsabilidade” sobre a fundação. A própria entidade informou que cumpriu todas as metas previstas no contrato. A Petrobras disse que a fundação comprovou o uso dos recursos com relatórios das atividades e foram cumpridas as contrapartidas, que se limitavam à associação do nome e da marca da estatal ao projeto.


1 comentário »




Delegado é condenado por investigar promotores


qua, 23/09/09
por Décio Sá |
categoria Judiciário, Polícia
| tags Imperatriz, Ministério Público



Em ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual, o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública, Carlos Henrique Rodrigues Veloso, condenou o delegado de polícia Paulo Márcio Tavares da Silva por ato de improbidade administrativa.
Ele foi processado pelo MP em virtude de, quando designado em 2000 para continuar as investigações do homicídio de Ezir de Sousa Leite Júnior, em Imperatriz, ter investigado dois promotores de Justiça que atuavam no caso, ato proibido em lei e diverso do previsto na regra de competência.
Conforme o processo, o delegado Paulo Márcio, baseado em informações anônimas, passou a averiguar o histórico de filiação partidária dos promotores de Justiça Oziel Costa Ferreira Neto e Marco Aurélio Ramos Fonseca, com o objetivo de desacreditar a atuação destes, ao tentar comprometê-los com as disputas políticas da cidade de Imperatriz. Para isto, o policial encaminhou ofício ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão solicitando o histórico de filiação dos dois promotores.
Na sua decisão, o juiz Carlos Henrique Veloso considerou que o réu extrapolou sua competência quando “praticou ato diverso para o qual foi designado e não permitido por lei, a partir do momento em que dedicou-se a elucidar o passado profissional e político dos promotores de Justiça e vincular suas ações às eleições passadas”.
O magistrado acrescentou ainda que identificou nas ações do delegado “a clara intenção de desacreditar as duas autoridades quando vinculou a participação delas nas investigações do crime contra Ezir Júnior em querelas políticas, com repercussão negativa não só para ambas, como também ao Ministério Público, eis que veiculadas suas conclusões para a imprensa”.
De acordo com a sentença do juiz, o réu terá como pena o pagamento de multa de três vezes o valor da sua remuneração, acrescida de correção monetária pelo INPC e juros de 1% ao mês, contados a partir do 25 de agosto, data da publicação do despacho.
O delegado também ficará proibido de contratar com o Poder Público ou receber benefícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos. Além disso, será obrigado a pagar todas as custas processuais.
(Ministério Público).


1 comentário »




“Há forte chance” de união com Blume, diz Feitosa


qua, 23/09/09
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria
| tags Eleições OAB-MA



O presidente da Caama (Caixa de Assistência dos Advogados) e candidato a presidente da OAB-MA, Roberto Feitosa (foto), afirmou agora há pouco ao blog estar conversando com o também candidato Daniel Blume visando a composição das chapas, conforme havia antecipado semana passada (reveja). Feitosa disse que as conversas são realizadas principalmente pelos membros dos dois grupos. “Tem muita gente que quer, mas há também muita vaidade pelo meio. Há uma possibilidade forte para que isso aconteça”, declarou.
Na conversa ele deu a entender só aceitar a composição se for o cabeça da chapa por ter “mais história” na categoria que Blume. No entanto, declarou que “em política não existe nada definido; vamos ver como fica”.
Ele criticou a Associação dos Advogados do Maranhão (Aama) por ter ajuizado representação contra ele na OAB sobre o fato de ter sido funcionário da Secretaria de Segurança e supostamente advogado contra o Estado ao mesmo tempo. “Quem é o Moreira Serra (presidente da associação) e seu Charles Dias (secretário-geral) para criticar alguém? Qual a moral, o histórico, que eles têm. Quem entra no ringue para bater, entra também para apanhar. Quem diz o que quer, ouve o que não quer”, afirmou.
Feitosa pretende esclarecer a questão em discurso “pesado” na próxima semana durante a inauguração da nova sede da Caama na OAB. Para o evento, ele convidou vários presidentes de seccionais da Ordem e até o atual presidente nacional Cezar Britto. Classificou de “um absurdo”, “uma vergonha”, a taxa de R$ 4,5 mil que a OAB cobra da Caixa de Assistência como mensalidade. “Peguei a Caama com 500 filiados e hoje são 1,2 mil”, completou.
Criticou o vice-presidente da Ordem, Guilherme Zagallo, acusando de “perseguir” o trabalho que realiza na entidade e ficar o tempo todo “puxando o meu tapete”. “Idealizamos o Fida (Fundo de Investimento e Assistência dos Advogados) que está servindo de modelo para a própria OAB nacional e isso incomoda muita gente”, desabafou.
Para ele, as críticas que vêm recebendo mostram a preocupação com sua candidatura. “Ninguém joga pedra em árvore que não dá fruto. Eles estão preocupados com nosso crescimento. Estão tentando diminuir um trabalho que está na memória dos advogados.”
Durante a conversa por telefone, Feitosa estava a caminho de Codó em sua Hilux. Ele negou que tenha chegado à Região Tocantina de helicóptero. Aliados deles atribuem o fato a Blume. “Até essa Hilux já insinuaram que eu comprei com dinheiro da Caama. Na festa da caixa ano passado, tive de tirar dinheiro do próprio bolso”, contou.


21 comentários »




Câmara aprova em definitivo mais 7,7 mil vereadores


qua, 23/09/09
por Décio Sá |
categoria Política Nacional
| tags Câmara dos Deputados, PEC dos Vereadores



Painel mostra resultado e deputados comemorando votação
Brasília - A Câmara aprovou na noite desta terça-feira, em segundo turno, emenda constitucional que recria mais de 7,7 mil vagas de vereadores no país. Mais uma vez, as galerias estiveram lotadas de suplentes de vereadores, que aplaudiram o resultado e cantaram, de pé, o hino nacional.
No final foram 380 votos sim, 29 votos não e duas abstenções. A emenda será agora promulgada pelo Congresso Nacional, mas a tão sonhada posse dos suplentes não deve se concretizar imediatamente. O texto aprovado diz que o aumento de vagas retroage ao pleito de 2008, mas a eventual posse de suplentes será contestada na Justiça.
Logo após a aprovação da emenda em plenário, o presidente do TSE, Carlos Ayres Britto, afirmou entender que a emenda só valerá para 2012. O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, avisou que se alguma Câmara de Vereadores insistir em dar posse a suplentes, a entidade entrará com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando a constitucionalidade da medida.
- Se a interpretação dada pelas Câmaras de Vereadores for a de que a lei retroage, vamos entrar no Supremo com uma Adin. Uma lei poderia dizer que não pode mais haver vereadores no país e eles perderem, imediatamente, seus mandatos? Não. Se não pode mais, não pode menos - argumentou Ayres Britto.
Além de recompor vagas, a proposta aprovada é uma reação à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, em 2004, cortou 8 mil vagas de vereadores. Desde 2004, os vereadores vêm se mobilizado pelo novo aumento das vagas. Leia mais aqui.


2 comentários »




Apenas um voto livrou Bia da cassação no TRE


ter, 22/09/09
por Décio Sá |
categoria Eleições, Judiciário, Maranhão
| tags Justiça Eleitoral, Maranhão, Paço do Lumiar



Bia escapou fedendo
A prefeita-balaia de Paço do Lumiar, Bia Venâncio (PDT), escapou por muito pouco de ter o mandato cassado pelo TRE. Por apenas 1 voto (3 a 2), o tribunal julgou improcedente ação ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) acusando a pedetista de prática de “Caixa 2″ na campanha passada.
Apesar da vitória, advogados presentes à sessão comentavam abertamente que a situação da prefeita vai se complicar mesmo quando o processo for julgado pelo TSE, em Brasília. A Corte superior tem sido implacável em casos parecidos ao dela.
 
A pedetista adquiriu mil litros de combustíveis para abastecer veículos que participaram de carreatas suas na cidade. Ela pagou a conta no Posto Maiobão com dois cheques de aliados totalizando R$ 2,56 mil. Os recursos não tramitaram na conta da campanha, daí a acusação de “Caixa 2″.
 
O julgamento começou na semana passada quando o relator do processo, José Carlos Sousa Silva, reconheceu o ilícito mas defendeu que ele não teve “potencialidade” para mudar o resultado da eleição, a mesmo entendimento da juíza de Paço do Lumiar, Jacqueline Reis Caracas. Os juízes Megbel Abdalla e Márcia Chaves seguiram o voto do relator.
 
No entanto, Roberto Veloso e José Joaquim Figueiredo dos Anjos entenderam o contrário. Eles votaram pela cassação. Em seu voto, Veloso afirmou que os mil litros de combustíveis abasteceram cem carros e 90 motos. Disse ainda que na conta de campanha da prefeita só tramitaram R$ 5,3 mil em espécie, sendo os R$ 2,56 mil mais de 40% desses recursos. “Num município uma carreata dessa faz muita diferença”, afirmou o magistrado.


14 comentários »




São Fco. do Maranhão pode ter nova eleição


ter, 22/09/09
por Décio Sá |
categoria Eleições, Judiciário, Maranhão
| tags Ministério Público Eleitoral, TRE do Maranhão



O município de São Francisco do Maranhão  pode ter de passar por nova eleição. O TRE iniciou nesta terça-feira o julgamento do processo de cassação do prefeito da cidade, Jônatas Alves de Almeida (PDT). Ele é acusado de promover uma verdadeira farra na campanha passada: doou dinheiro, bomba de poço, caixa d’água e sacos de cimento aos eleitores.
Pior: um deles gravou uma conversa onde o pedetista confessa ter desviado recursos oriundos de convênios celebrados com o governo Jackson Lago (PDT) para sua campanha. Na gravação, feita através de um aparelho de MP3, ele confessa ter recebido R$ 1,5 milhão da administra estadual. Confessa ainda que de um dos convênios, no valor de R$ 300 mil, só gastou R$ 20 mil nos serviços.
O processo foi adiado devido a um pedido de vistas do juiz Roberto Veloso quando o relator da matéria, José Joaquim, e Megbel Abdalla, já haviam votado pela cassação de Jônatas. Somente a bomba de poço custou R$ 4 mil.
No voto, o relator definiu que caso a maioria esteja de acordo com ele deverá ser realizada nova eleição em São Francisco do Maranhão (distante 600 km de São Luís) entre 20 e 40 dias. Neste caso, o presidente da Câmara de Vereadores, Maurício Silva (PRB - foto), deve assumir o comando do município.
Outras cidades
O TRE indeferiu também ações pedindo a cassação dos prefeitos de Dom Pedro, Arlene Costa (PDT); de João Lisboa, Emiliano Menezes (PDT); e de Nova Olinda, Delmar Sobrinho (DEM). Outro processo pedindo o afastamento de Arlene do cargo foi adiado devido a um pedido de vistas.


2 comentários »




MP denuncia ex-gestores em Porto Franco


ter, 22/09/09
por Décio Sá |
categoria Judiciário, Maranhão
| tags Maranhão, Ministério Público, Porto Franco



A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Porto Franco ajuizou Ação Civil Pública por improbidade administrativa contra o ex-prefeito de São João do Paraíso Josimar Nogueira da Silva; o ex-secretário municipal de finanças de Porto Franco Josander Nogueira da Silva; e o ex-vice-prefeito de Porto Franco Hélio Teixeira Soares. O motivo da manifestação foi o uso irregular de recursos do Regime Próprio de Previdência Social (RRPS) do município de Porto Franco.
Conforme auditoria realizada pela Receita Federal do Brasil, foi constatado o uso indevido de recursos do RPPS pelos demandados, no período de 2002 a 2004. Foi desviada do patrimônio público do município a quantia de R$ 173.865,28.
Como medida liminar, o MP requer a indisponibilidade dos bens dos acusados. Entre os demais pedidos estão a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de oito anos e o ressarcimento integral dos danos causados, corrigidos monetariamente, além do pagamento de até duas vezes o referido valor, como multa pelos danos causados ao patrimônio do município. A ação foi assinada pela promotora de Justiça Nahyma Ribeiro Abas.
(Ministério Público).


3 comentários »




Dormindo na avenida


ter, 22/09/09
por Décio Sá |
categoria Cidades
| tags Ferreira Gullar, São Luís



Esta foto foi feita por volta do meio-dia deta terça-feira. O cidadão simplesmente armou um rede para tirar uma soneca em plena na avenida Ferreira Gullar, por baixo da Ponte do São Francisco. O fato mostra que as autoridades estão precisando urgentemente dar utilidade maior àquela via, construída no governo passado de Roseana Sarney (PMDB). A avenida tem uma das mais belas vista da cidade. Isso é que se pode chamar de um quase vidão!



11 comentários »




Notas rápidas


ter, 22/09/09
por Décio Sá |
categoria Economia e Negócios, Política Nacional, Política local
| tags José Dirceu, Maranhão, STF



Listão dos reprovados
O Procon divulgou a lista das empresas que mais dão dor de cabeça aos consumidores do Maranhão. A relação é comandada pelas empresas de telefonia. Só uma empresa pública aparece na relação - a Caema. Ao todo, foram 782 reclamações registradas no órgão desde setembro de 2008. Destas, 84% já foram resolvidas. O Procon anunciou ainda, que os processos das 16% das chamadas restantes prosseguirão, podendo sofrer sanções por parte do órgão.
Veja a relação na ordem e evite comprar produtos nessas empresas: Nokia, Sony Ericsson, Lojas Gabryella, Oi Móvel, CCE, Semp Toshiba, Caema, Amazônia Celular, Claro e Lojas Insinuante.
Mulher traída
O governador cassado Jackson Lago parece que vai aprontar mais uma com Clodomir Paz. Depois de trair o “aliado” na formação do governo e na candidatura à Prefeitura de São Luís, o ex-governador anda sondando a possibilidade de transferir o vaidoso Bira do Pindaré (PT) e o ministro aposentado Edson Vidigal (PSB) para o PDT visando uma disputa pelo Senado. Clodomir se lançou candidato a senador mês passado.
Procura-se
Atenção oficiais de justiça do Ministério Público Federal! O ex-governador Jackson Lago vai estar sábado pela manhã em Arari, na Festa da Melancia, em evento organizado pelo balaio Márcio Jardim.
 
Desvio de função
Por falar em Jackson, ele anda o estado com um oficial da PM na condição de ex-governador. É preciso saber se quem foi cassado tem mesmo direito a tirar um policial das ruas para servir de babá.
Última homenagem
“Com a morte de Paulo Cabral, se encerra um ciclo de pioneiros que fizeram historia no jornalismo brasileiro”. A declaração foi feita pelo presidente do Senado, José Sarney, logo após a missa que, na manhã desta segunda-feira (21), antecedeu o enterro do ex-dirigente dos Diários Associados, no cemitério Campo da Esperança, em Brasília.
- Começamos na mesma época como jornalistas. Ao longo da vida, tivemos uma ligação muito estreita e é com grande saudade que estou aqui para esta despedida. Desde jovem, Paulo Cabral revelou o grande jornalista que seria e que conduziu tão bem os Diários Associados. Leia mais aqui.
Emegência
A governadora Roseana Sarney (PMDB) deverá decretar estado emergência no serviço de abastecimento d’água da cidade ainda esta semana. Eternos problemas no sistema Italuís estão deixando quase a metada da capital sem água.
Nem aí
O deputado Edivaldo Holanda (PTC) parece não está muito preocupado com a decisão da juíza do TRE Márcia Chaves proibindo a propaganda dele nos jornais da cidade. A liminar contra a divulgação data de sexta-feira passada, mas até hoje os matutinos continuam publicando os comerciais.
Me engana..
A assessoria do “professor de Deus” Flávio Dino (PCdoB) nega que os programas dele em emissoras de rádio tenham caráter eleitoral. Diz tratar-se somente da atividade do deputado. Segundo a assessoria, o comunista já teve até programa na TV Difusora, tirado do ar devido aos altos custos.
Desorientado
As denúncias sobre o escândalo Ópera Prima e farra dos celulares parecem ter deixado o advogado Rodrigo Lago, filho de Aderson, meio pertubado. Em entrevista publicada domingo no principal jornal balaio da capital ele disse que a liminar do ministro Eros Grau fez “renascer as esperanças” da volta de Jackson ao governo. Como antecipou o blog, a decisão foi fulminada em parecer da Procuradoria Geral da República. A tendência do STF é cassar a decisão.
Festa da Juçara
Mãe do sindicalista e pedetista histórico Miguelzinho, Maria de Jesus Marques, a Dona Cotinha, é uma das mais empolgadas com a Festa da Juçara na Lagoa. Ela conta que no governo Jackson ficou doente de tanto andar atrás do então secretário Joãozinho Ribeiro (Cultura) em busca de apoio para o evento. No governo Roseana, em vez de uma, ganhou duas festas.
Visita a Roseana
Durante sua passagem pelo Maranhão amanhã, o ex-ministro José Dirceu deve almoçar com a governadora Roseana Sarney (PMDB) e visitar o presidente da Assembleia, Marcelo Tavares (PSB).
Ajudando na campanha
A grife Hauffen, comandada em São Luís pela mulher do ex-balaio Stênio Rezende (doido para entrar no PMDB), caiu no gosto de vários jornalistas da cidade. Pelo jeito a categoria vai acabar bancando a candidatura do ex-tucano à reeleição.


13 comentários »



« posts anteriores









OAS_AD("Right1");

busca no blog



Perfil "Eu sou apenas um rapaz latino-americano sem dinheiro no banco, sem parentes importantes e vindo do interior."

(Belchior)
No Twitter Siga as notícias do blog
Online
A.padraow {font-size:12px; font-family: verdana, arial, sans-serif; text-decoration: none} A.padraow:link {color: #4A4A4A; font-size: 12px; font-family: verdana, arial, sans-serif; text-decoration: none} A.padraow:visited {color: #4A4A4A; font-size: 12px; font-family: verdana, arial, sans-serif; text-decoration: none} A.padraow:hover {color: red; font-size: 12px; font-family: verdana, arial, sans-serif; text-decoration: none} 53 Usuários Online  

Lista de Links

Globo Online
Os Amigos do Presidente Lula
Ricardo Noblat



Categorias
Charges

Cidades

Economia e Negócios

Eleições

Esportes

Internacional

Judiciário

Maranhão

Operações da PF

Polícia

Política local

Política Nacional

Sem Categoria

Variedades

Vídeos



Últimos comentários Evan de Andrade em “Se dependesse de mim e da direção nacional, PT e PMDB já estariam juntos no MA”, diz José Dirceucelina em Notas rápidasvaldemir em São Fco. do Maranhão pode ter nova eleiçãoPedro Observador em Delegado é condenado por investigar promotoresFabio Costa em Apenas um voto livrou Bia da cassação no TRE
Arquivos
setembro 2009
agosto 2009
julho 2009
junho 2009
maio 2009
abril 2009
março 2009
fevereiro 2009
janeiro 2009
dezembro 2008
novembro 2008
outubro 2008
setembro 2008
agosto 2008
julho 2008
junho 2008
maio 2008
abril 2008
março 2008
fevereiro 2008
janeiro 2008
dezembro 2007
novembro 2007
outubro 2007
setembro 2007
agosto 2007
julho 2007
junho 2007
maio 2007
abril 2007
março 2007
fevereiro 2007
janeiro 2007
dezembro 2006
novembro 2006
outubro 2006
setembro 2006
agosto 2006

Outros blogs AjamaAlessandra CastroAlexandre FreireAlternativoBiguáDaniel MatosDécio SáEdivan FonsecaGastão VieiraGeraldo CastroIvan SarneyIzone CarvalhoJames MagnoJoão RodriguesJoaquim Nagib HaickelJorge GobelJosé JorgeLaércio CostaLaércio de Sousa Jr. Leopoldo VazMarco D'EçaMárcio HenriqueMário CarvalhoNa MiraOton LimaPaulo CarvalhoPaulo de TarsoPergentino HolandaPaulo MirandaPaulo SoaresPedro SobrinhoPolíciaRafaela AlbuquerqueRicardo MarquesRodrigo BragaRômulo BarbosaTácito GarrosTV MiranteWashington Rio BrancoXavier de MeloZartu GiglioZeca Soares"
- Décio Sá (ver no Google Sidewiki)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Expressões da violência no Maranhão serão debatidas em São Luis no Dia Internacional dos Direitos Humanos

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini