"FicaSarney...Fica"

- Portal AZ - Informação de verdade: "Fica Sarney... Fica

Pensei bastante e cheguei à seguinte conclusão: que o presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP), deve permanecer na presidência dessa casa, mesmo contra a sua vontade, para que o Brasil inteiro conheça de uma vez por todas, as qualidades e defeitos de um político que é odiado por muitos e admirado pelos seus amigos e dependentes.

É que se Sarney renunciar a presidência do Senado, o Brasil vai perder a oportunidade de conhecer os vícios e a podridão, que se escondem nas vísceras de uma instituição que está mais para uma propriedade particular do que para uma casa, cujos ocupantes deveriam ter a obrigação e o dever de fiscalizar o governo central e legislar para o país e não para atender a interesses particulares ou de grupos.

Com a renuncia de José Sarney, cessam imediatamente as investigações e este país que tem memória curta, logo se esquece das denúncias contra o presidente do Senado e de muitos dos seus integrantes; e tudo volta num curto espaço de tempo a ser como antes no quartel de Abrantes.

Devido o povo brasileiro estar sendo surpreendido a cada momento, com novas denúncias contra o Senado Federal e os seus ocupantes é que me veio à idéia de advogar a permanência de José Sarney a frente do Senado, até que tudo seja esclarecido e não paire mais nenhuma dúvida, sobre o que acontece nas entranhas do Senado, a honradez e a lisura de cada senador.

A população brasileira inteira vem assistindo boquiaberta a esse espetáculo de horror, em que acabou se transformando - uma instituição que deveria ser um modelo de virtude para todo o país. Mas não é isso o que se vê, infelizmente. Fica Sarney, para que sejam purgados todos os teus pecados ou que o povo brasileiro reconheça de uma vez por toda as tuas virtudes, se é que as tem."

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pepe Moreno: e o cego com três filhos aleijados

Faça uma doação para o Brechó Solidário do Centro de Defesa Pe. Marcos Passerini

“Nunca fui e jamais serei condenado pela justiça”, afirma Hildo Rocha em resposta a boatos